top menu

Novidades da WWDC 2012

Durante a sessão de abertura da WWDC 2012, a Apple apresentou ontem uma nova geração de portáteis Macbook Air e MacBook Pro, incluindo um novo modelo ultrafino de 15.4″ com Ecrã Retina e armazenamento flash. O Mac Pro foi objeto de uma atualização mais discreta e houve ainda espaço para apresentar em detalhe as novidades do OSX Mountain Lion e do iOS 6.



 

MacBook Air com novos processadores

Os novos portáteis MacBook Air contarão com os mais recentes processadores Intel Ivy Bridge, com velocidades até 2.0Ghz (Core i7). O desempenho desta linha de portáteis continuará a ser fortalecido, em grande medida, pela utilização exclusiva de armazenamento flash, com capacidades de armazenamento até 512GB. Além disso, todos os modelos passam a vir de série com 4GB de memória RAM, podendo ser também encomendados com até 8GB. Os novos modelos incluem câmaras FaceTime HD com uma resolução de 720p, novas placas gráficas Intel HD e portas USB 3.0.

O modelo de 11 polegadas tem um ecrã com resolução de 1366×768 pixels e um processador i5 dual core a 1.7GHz. Continuará a existir um modelo com 64GB de capacidade, a 1099 euros, e um modelo com 128GB a 1199 euros.

O modelo de 13 polegadas tem um ecrã com resolução de 1400×900 pixels e um processador i5 dual core a 1.8GHz. A versão com 128GB de capacidade custará 1299 euros, enquanto que o modelo de topo, com 256GB, custará 1599 euros.

 

MacBooks Pro mais rápidos


Também a gama Macbook Pro sofreu uma atualização, com novos processadores e novas placas gráficas. Assim, os novos portáteis MacBook Pro – que mantêm um design semelhante ao dos modelos anteriores – passam a vir também com os mais recentes processadores quad core da geração Intel Ivy Bridge. Estes modelos continuarão a trazer a unidade ótica e discos rígidos, mas com um melhoramento significativo ao nível de processadores, placas gráficas e desempenho geral.

O modelo de 13 polegadas tem um ecrã com resolução de 1280×800 pixels. Haverá uma versão com processador i5 dual core a 2.5GHz, disco de 500GB e 4GB de memória, por 1299 euros, e uma outra versão com processador i7 dual core a 2.9GHz, disco de 750GB e 8GB de memória e disco, por 1599 euros.

Os modelos de 15 polegadas têm um ecrã com resolução de 1440×900 pixels, processadores quad core e novas placas gráficas Nvidia GeForce GT 650M, até 60% mais rápidas. A versão mais acessível, a 1949 dólares, vem com 4GB de memória, 512MB de memória gráfica dedicada e um disco rígido de 500GB. O modelo de topo custa 2349 dólares e conta com 8GB de memória, 1GB de memória gráfica dedicada e um disco rígido de 750GB.

Todos os modelos passam a incluir também portas USB 3.0, que continuarão compatíveis com os dispositivos USB pré-existentes.

Com esta atualização, deixou de estar disponível o modelo MacBook Pro de 17 polegadas.

 

Um novo MacBook Pro com ecrã Retina


Mas a grande novidade da apresentação de ontem, em termos de novos portáteis, foi mesmo o MacBook Pro 15.4 polegadas da próxima geração – mais fino, com design renovado, Ecrã Retina e com algumas das inovações já introduzidas com o MacBook Air.

O novo Macbook Pro, que vem complementar os outros modelos, é mais fino (1,80cm) e, com um peso aproximado de 2kg, será o MacBook Pro mais leve de sempre. Para trás, ficam os discos rígidos e a “velhinha” unidade ótica, que vêm libertar espaço unidades SSD, para uma bateria maior e um design mais elegante.

A grande novidade neste novo modelo é, sem dúvida, a introdução do Ecrã Retina, com 2880×1800 pixels. O novo ecrã tem uma impressionante resolução de 220 ppi, que trará para o MacBook Pro a clareza e aquele nível de detalhe a que já se têm vindo a acostumar os utilizadores dos últimos modelos iPhone e iPad. Para os utilizadores profissionais, este novo ecrã permitirá, por exemplo, ver numa janela do Final Cut uma previsualização de vídeo em Full HD durante o próprio processo de edição.

Com processadores quad-core i5 ou i7, até 16GB de memória, placa gráfica Nvidia Kepler GeForce GT 650M e armazenamento flash até 768GB, este novo MacBook Pro promete oferecer também um nível de desempenho bastante apetecível para um uso profissional. A bateria tem uma autonomia de 7 horas. Em termos de conetividade, este modelo inclui ranhura para cartões SD, porta HDMI, portas USB 3.0, duas portas Thunderbolt e a habitual ligação para auscultadores. Adicionalmente, suporta redes Wi-Fi 802.11n e Bluetooth 4.0.

É interessante notar, também, que todo o interior deste novo portátil foi redesenhado. Em vez de utilizar componentes padronizados, a Apple afirma ter optado por criar “um produto que é mais elegante e mais eficiente”. Um excelente exemplo são os novos ventiladores, que usam agora ventoinhas assimétricas com o objetivo de reduzir o nível de ruído.

Os preços para esta nova geração de portáteis MacBook Pro começam a partir dos 2349 dólares, para a configuração com processador quad-core i7 a 2.3GHz, 8GB de memória e 256 GB de armazenamento.

 

Mac Pro com processadores mais rápidos

A nova linha Mac Pro é agora constituída por três modelos de série.

O novo modelo de entrada de gama, que custa 2699 euros, vem com um processador Intel Xeon Quad-Core a 3.2GHz, 6GB de memória, disco de 1TB e uma placa gráfica ATI Radeon HD 5770 com 1 GB de GDDR5.

Um segundo modelo, bem mais poderoso, inclui dois processadores Intel Xeon 6-Core a 2.4Ghz (com um total de 12 núcleos de processamento), 12 GB de memória e também uma placa gráfica ATI Radeon HD 5770 com 1 GB de GDDR5. Este modelo, na configuração de série, custa 3999 euros.

Adicionalmente, está também disponível, como anteriormente, uma versão do Mac Pro concebida para funcionar como servidor. O servidor Mac Pro (3199 euros) traz instalado o OS X Lion Server e vem configurado de série com um processador Intel Xeon Quad-Core a 3,2 GHz, 8GB de memória, dois discos de 1TB e uma placa gráfica ATI Radeon HD 5770 com 1 GB de GDDR5.

Como habitualmente, qualquer um dos modelos Mac Pro de série pode ser encomendado com diferentes opções de personalização, segundo as necessidades e preferências de cada cliente.

 

OS X Mountain Lion – novas funcionalidades para Mac

Em fevereiro, a Apple já tinha apresentado as principais novidades para a próxima versão do seu sistema operativo para Mac. Ontem, foram apresentados mais alguns detalhes, como por exemplo a funcionalidade Power Nap, que permite manter o atualizado o software do sistema as cópias de segurança da Time Machine, enquanto o computador está em repouso. O Mountain Lion ficará disponível a partir de julho.

Veja no iClub um resumo mais alargado das novidades presentes no Mountain Lion.

 

iOS6 – novas funcionalidades para iPhone e iPad

O novo iOS 6 deverá ser lançado oficialmente no próximo outono, mas já foi apresentado aos programadores, para que possam começar a preparar as suas aplicações. Entre as novidades, podemos destacar por exemplo a nova aplicação de mapas, que integra navegação passo a passo por voz, vistas 3d e informações de trânsito em tempo real. Outra novidade importante é a integração com o Facebook, que vai para além da possibilidade de publicação de fotos ou texto – o Facebook passa a estar integrado com os Contactos e com o Calendário. As videochamadas do Facetime passam a poder ser efetuadas através de redes móveis e o Safari passa a permitir a visualização off-line da Reading List e a sincronização de abas com outros dispositivos.

Veja no iClub um resumo mais alargado das novidades presentes no iOS 6.

Partilhar

Comentários

comments

, , , , , , , , ,

CMS: Wordpress | woo: adaptado por Artur Azevedo